sábado, agosto 15, 2009

Cristão dialogante


Cristão dialogante

Um cristão adulto procura, quer e esforça-se pelo diálogo com todos. Nomeadamente com aqueles que procuram em Deus o sentido último da sua existência. O diálogo, como movimento de aproximação é o processo de busca de unidade. Esta unidade através do diálogo com outros Credos denomina-se ecumenismo, quando realizado entre cristãos, e diálogo inter-religioso quando a busca de aproximação é feita com crentes de outras religiões não cristãs. O ecumenismo e o diálogo inter-religioso são um assunto fascinante e desafiador. Que requer, antes de mais, um exercício de despir-se de preconceitos ou qualquer outro tipo de resistência. Mas, acima de tudo, pede sinceridade e clareza nas nossas convicções e posições. Há aspectos que são meramente circunstanciais, fruto de um percurso da história humana num determinado espaço e num determinado tempo. Mas há coisas que são fundamentais e, abdicando delas, abdica-se do essencial da fé no Deus verdadeiro, que tem a plenitude da Sua revelação em Jesus Cristo. É o próprio Senhor Jesus que nos pede um caminho em dircção à unidade quando diz: "que todos sejam um só, como Tu, Pai, estás em mim e Eu em ti; para que assim eles estejam em Nós e o mundo creia que Tu me enviaste" (Jo 17, 21).

O cristão adulto sabe que só Jesus Cristo é o autêntico e único Salvador, que nos conduz à verdadeira fé, à fé plena, à autêntica verdade sobre Deus. Assim, um cristão que se esforça pelo diálogo, fá-lo a partir de alguns pressupostos bássicos: - sabe que a fé não é apenas uma relação individual ou individualista com Deus; é também a inserção na Comunidade dos crentes, na Igreja de Jesus Cristo, espaço onde se recebe, cresce e vive a fé; - embora a fé cristã pressuponhe um certo conhecimento, é mais do que isso, é o acolher Jesus na vida, é o entregar-se a uma Comunhão com Ele e, por Ele, a toda a humanidade; - a fé cristã é também histórica, isto é, Deus revelou-se na história da humanidade, por diversas etapas; é na história que a pessoa escuta Deus e lhe responde e, por último, é na história pessoal de cada um que se vai experimentando, de forma imperfeita, a salvação que esperamos viver plenamente quando o tempo e o espaço já não tiverem influência sobre nós; - a fé, por comunhão com Deus Trino, é um estado sempre inacabado, porque o Deus Amor permite sempre uma maior inserção no Seu Mistério, por isso é vivência da autêntica fé, a fé cristã, é sempre um mistério inesgotável. No diálogo com as outras opções espirituais, o cristão adulto não esquece que vive a fé englobando a sua inteligência, afecto e vontade, por isso uma fé profundamente humana. Fé essa que engloba a totalidade da pessoa, com tudo que isso implica. A sua fé é um dom de Deus, que se procura diariamente aprofundar e cultivar. Por isso, o diálogo não é para "ganhar" novos adeptos, nem para "vencer o inimigo": é antes uma consequência de se ter descoberto o Verdadeiro Deus, que é a Verdade, e a necessidade de O anunciar, tornando-o presente através da nossa acção.


Video: Teu Milagre
video

http://www.youtube.com/watch?v=wc2IQ3lVArA

A todos umas boas férias!

Arménio Rodrigues